“Pedrinho Matador” – Um herói matador de escórias da sociedade ou apenas um assassino louco por sangue???


pedrinho

Pedro Rodrigues Filho ou comumente conhecido como “Pedrinho Matador”. Considerado por alguns um monstro e por outros o “detergente da sociedade”, aquele que matava a escória.

.

Pedro matou pela primeira vez aos 14 anos e segundo ele “só matava quem merecia”. Matou o próprio pai dentro da prisão, comeu seu coração e o cuspiu, e como se não fosse pouco, matou cerca de 70 outras vítimas. Ainda não respondeu por todos os crimes, mas já foi condenado a quase quatrocentos anos de prisão, a maior pena privativa de liberdade já aplicada no Brasil.

.

Seus problemas começaram na barriga da mãe. Nasceu numa fazenda em Santa Rita do Sapucaí (MG), com o crânio ferido, resultado de chutes que o pai deu na barriga da mãe durante uma briga. Aos 13 anos se envolveu numa briga com um primo e no momento da raiva o empurrou em um moedor de cana – o garoto sobreviveu. Aos 14 anos, em outro ataque de fúria matou com dois tiros de espingarda o vice-prefeito da cidade. O motivo? O político havia acusado o pai de Pedro de ter roubado merendas da escola onde trabalhava. Logo depois assassinou o vigia que trabalhava nesta mesma escola e era suspeito de ser o verdadeiro ladrão de merendas. Para não ser preso, “Pedrinho” fugiu para Mogi Das Cruzes (SP).

.

Em Mogi das Cruzes ele conheceu uma mulher apelidada de “Botinha”, ela era viúva de um lider do tráfico na região. Logo se juntaram e ele assumiu as tarefas do falecido marido, essas tarefas incluiam matar alguns rivais. Matou três ex comparsas e viveu ali até que “Botinha” fosse executada pela polícia. Ele escapou com vida, mas mesmo assim não deixou a vida do tráfico. Conseguiu alguns “soldados” para trabalharem para ele e montou seu proprio negócio na venda de drogas.

.

Em seguida casou-se com outra mulher que engravidou dele, mas esta foi morta por traficantes rivais antes mesmo de dar a luz. Enlouquecido de raiva pela morte da esposa, “Pedrinho” juntou 4 amigos e invadiu o casamento de um traficante rival (suposto assassino da esposa de “Pedrinho”) para se vingar. Abriram fogo e mataram 7 pessoas e deixaram 16 feridos. E nessa época, “Pedrinho” ainda não havia completado 18 anos.

.
Em 24 de maio de 1973, quando havia completado 18 anos, foi preso e condenado a 128 anos de prisão. Mas a sede se sangue de “Pedrinho” não parou por aí. Em todas as cadeias que passou, deixou um rastro de sangue… Ele matou cerca de 47 presos dentro das cadeias. E um desses presos incluia seu próprio pai! O Pai de “pedrinho” foi preso por matar sua esposa (mãe de “Pedrinho”) com 21 golpes de facão. Quando os dois se cruzaram no mesmo presídio, “Pedrinho” não perdeu tempo e se vingou. Matou o próprio pai com 22 facadas, e como se não bastasse, arrancou o coração do pai, mastigou um pedaço e o cuspiu.

.
Conta-se na polícia que certa vez foi posto em um camburão para ser transportado pela PM junto com outro preso, ambos algemados, e que quando foram abrir a traseira do carro o outro preso já estava morto. Pedrinho assumiu a autoria do crime justificando que o companheiro era estuprador. A maioria de suas vítimas eram estupradores e agressores de mulheres, pois segundo ele, crianças e mulheres são coisas sagradas.

.

Jurado de morte por companheiros de prisão, “Pedrinho” é um exemplo raro de sobrevivência no regime carcerário. Dificilmente um encarcerado jurado de morte vive tanto tempo. Matou e feriu dezenas de companheiros para não morrer. Certa vez, atacado por cinco presidiários, matou três e afugentou os outros dois. Matou um colega de cela porque “roncava demais” e outro porque “não ia com a cara dele”. Para não deixar dúvidas sobre sua disposição de matar, tatuou no braço esquerdo: “Mato por prazer”, coberta recentemente por outra tatuagem.

.

Foi condenado por 71 mortes, mas nas contas do próprio psicopata foram mais de 100 vítimas, tudo durante as décadas de 1970 e 1980. Além da quantidade de mortes, Pedrinho Matador ganhou notoriedade no país ao prometer matar criminosos como Maníaco do Parque, que agia em São Paulo, estrangulando as vítimas.

.

Em 2003, apesar de já condenado a 126 anos de prisão, esteve para ser solto, porque a lei brasileira proíbe que alguém passe mais de 30 anos atrás das grades – embora um decreto de 1934, assinado pelo então presidente Getúlio Vargas, permita que psicopatas possam ser mantidos indefinidamente em estabelecimentos psiquiátricos para tratamento. Também por causa de crimes cometidos dentro dos presídios, que aumentaram suas penas para quase 400 anos, sua permanência na prisão foi prorrogada pela Justiça até 2017. Pedrinho contava com a liberdade para refazer sua vida ao lado da namorada, uma ex-presidiária cujo nome ele não revela. Eles se conheceram trocando cartas. Depois de cumprir pena de 12 anos por furto, ela foi solta e visitou Pedrinho no presídio de Taubaté.

.

Podemos descrever “Pedrinho matador” como psicopata – alguém sem nenhum remorso e nenhuma compaixão pelo semelhante. Os psiquiatras que o analisaram em 1982 para um laudo pericial, escreveram que a maior motivação de sua vida era ‘a afirmação violenta do próprio eu’. Diagnosticaram ‘caráter paranoide e anti-social’.

.

Após permanecer 34 anos na prisão, foi solto no dia 24 de abril de 2007. Mas 4 anos depois, no dia 15 de setembro de 2011 (aos 57 anos), foi preso novamente pela participação em motins e carcere privado.

.

Sua nova pena acaba em 2019, quando terminará de cumpri-la.

.

Para alguns “Pedrinho Matador” é considerado um criminoso terrível, para outros ele é considerado um herói. O detergente da sociedade, pois removia escória da sociedade, criminosos estupradores e traficantes. Segundo ele, “matava só os maus”. Aqueles que ele considerava inimigos ou que cometecem crimes hediondos, noponto de vista do assassino.

.


E vocês, o que acham???

~ por Vodevil em 12 de agosto de 2015.

2 Respostas to ““Pedrinho Matador” – Um herói matador de escórias da sociedade ou apenas um assassino louco por sangue???”

  1. Eu não ia querer esse cara por perto, nem perto de meus familiares.
    Mas quanto a saber se ele é um psicopata ou não, não cabe a mim julgar.
    Eu teria que ser o próprio Pedrinho pra saber. E ninguém pode ser outra pessoa. Por isso é que às vezes fico pensando na insanidade que é as pessoas julgarem todo mundo de forma gratuita. Quem sabe o que se esconde na alma humana? Vemos um argueiro nos olhos dos outros e não vemos uma trave nos nossos. A Natureza Humana é assim, infelizmente! E sempre será assim!

    Curtir

  2. como pode uma pessoa ficr 34 anos preso, e quando tem liberdade, come crimes denovo e vai preso kkkkk ta loco viu.

    Curtir

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: