Mais um caso não resolvido – O Colecionador de Ossos


 

Em fevereiro de 2009, um cão farejador  descobriu um osso humano no que é conhecido como a  West Mesa  Albuquerque, Novo México.  Esta descoberta resultou na maior cena de crime, a área-wise, nos Estados Unidos  de um assassino não identificado, conhecido pelos locais apenas  como o “Colecionador de Ossos”.

 

Os restos mortais de onze mulheres, todas prostitutas, acabaram sendo encontrados na área;  porém nem um único fragmento de evidência promissora foi desenterrado.  No DNA, sem provas de armas de assassinato em potencial, sem caráter possível de descrições, nada foi encontrado.

 

As trabalhadoras do sexo (prostitutas) da região ainda vivem com medo de que o assassino.  Apesar de nenhum assassino ao caso ter sido associado, foram relatados durante anos, o tratamento por parte de alguns clientes sem escrúpulos  que passavam dos limites com as prostitutas, violentos, sugerindo que eles poderiam ser o assassino. “Ele é o bicho-papão”, disse o fundador da Safe Sex Work, uma organização sem fins lucrativos local.

 

A polícia local acabou descartando relatos de estupros e espancamentos de trabalhadoras do sexo na área, e um “Bad Date List”, um registro de homens locais que maltrataram prostitutas é agora atualizado   regularmente.  Profissionais do sexo locais tornaram-se extremamente cautelosas,  e  isso pode ter desempenhado um papel importante na parte de  frustrar atividades do assassino, sua identidade ainda é um mistério completo.

 

 

~ por Vodevil em 17 de fevereiro de 2014.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: