Hinterkaifeck Massacre – A vida na fazenda nunca foi tão calma…


Hinterkaifeck era o nome de uma pequena fazenda localizado na floresta, há 43 milhas ou mais ao norte de Munique, não muito longe de Ingolstadt.

 

foto das vítimas

foto das vítimas

Andreas Gruber, o proprietário de 63 anos de idade, não era muito bem conhecido por seus vizinhos. Um homem estranho e taciturno, ele não era bem quisto, também. Andreas morava na fazenda com sua esposa, Cäzilia de 72 anos; sua filha viúva de 35 anos; sua filha Viktoria de 7 anos; seu jovem filho Josef, de 2 anos; e uma serva, Maria Baumgartner, de 44 anos. Esta foi a mais nova residente da casa, onde começou a viver lá em 30 de março de 1922.

 
Um servo chamado R. Kreszenz, tinha parado de trabalhar na fazenda em 1921, alegando uma “atmosfera tensa”. Kreszenz ainda deu a entender que a fazenda poderia ser assombrada. Coisas estranhas pareciam acontecer lá. Equipamentos quebravam. Anéis cruciais de chaves desapareciam. E em algum momento antes de 30 de março, Gruber encontrou um jornal em sua casa que não era tipicamente distribuído na área. O carteiro não tinha conhecimento do papel que havia sido entregue.

 

foto da fazenda

foto da fazenda

Um dia Maria Baumgartner chegou, e Andreas Gruber notou algo tão estranho que chegou até a comentar com alguns vizinhos sobre o assunto. Gruber havia encontrado pistas na neve, levando desde a floresta até a sua casa. Gruber não viu nenhuma evidência de que alguém tivesse saído da floresta e entrado na velha casa de madeira.
Estranho como sempre foi, Gruber aparentemente não viu necessidade de dizer as autoridades locais. Quatro dias depois de Gruber comentar com os vizinhos sobre as pistas na neve, alguns cidadãos preocupados dirigiram-se para sua fazenda.

 

 

O filho mais novo de Gruber tinha sido inexplicavelmente ausente da escola. Lá eles encontraram uma cena de um pesadelo. Todos, os cinco membros da família Gruber e Maria Baumgartner, tinham sido cortados até a morte. As autópsias foram feitas no celeiro, onde Cäzilia Gruber, sua filha, esposa e outros foram mortos. Maria Baumgartner foi assassinada em seu quarto. Josef foi cortado até à morte, havia vários cortes em seu berço.

 

o quarto da casa

o quarto da casa

A arma do crime estava determinado a ter sido um Kreuzhacke, ou picareta.
O assassino pode ter tido pouco tempo para matar, cerca de duas horas. Nas autópsias, o Dr. Johann Baptist Aumüller removeu cabelos e cabeças das vítimas, para ajudar na autópsia, já que os piores danos foram feitos nas cabeças das vítimas. As seis vítimas foram enterradas sem cabeça, pois os crânios foram perdidos na confusão e caos no fim da segunda guerra mundial.

 
No ano seguinte, a fazenda foi demolida. Hoje tudo o que resta é um campo e um monumento lembrando qualquer transeuntes do crime. Ninguém foi preso pelo crime e ainda permanece um mistério até hoje.

~ por Vodevil em 25 de fevereiro de 2013.

5 Respostas to “Hinterkaifeck Massacre – A vida na fazenda nunca foi tão calma…”

  1. deve ter sido algum morador lunático…….Deus cuide dessas pobres almas….

    Curtir

  2. A Segunda Guerra começou mais de dez anos depois! Durante todo esse meio tempo eles ficaram investigando? Ou vc quis se referir a Primeira Guerra?

    Curtir

  3. Durante esse meio tempo eles estiveram investigando sim, principalmente as cabeças que foram mandadas para médiuns e entidades sobrenaturais para que fossem estudadas, recurso meio estranho para a época e mesmo para os tempos atuais, mas com todo esse vai e vem de viagens a centros espiritas e afins e a segunda guerra já chegando, as cabeças foram perdidas e eu presumo e as investigações deram uma parada a partir daí devido a perda de material para análise.

    Curtir

  4. Acho que foi um dos vizinhos afinal ele não iam com a cara do coitado

    Curtir

  5. O dono da fazenda era um homem muito violento, agredia muito a esposa e ameaçava matar muita gente. Talvez tenha matado o próprio filho. Pessoas assim tem muitos inimigos.

    Curtir

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: