Abram as portas para o fogo e deixem os inocentes queimarem – Auto-Imolação e Sati


Autoimolação é um tipo de Sacrifício voluntário. Outro aspecto bem distinto da autoimolação é a antiga prática do chamado sati ou sattee (que veremos a seguir), onde viúvas de certas comunidades da Índia e regiões adjacentes, atiravam-se à fogueira da pira crematória do finado esposo. Foi uma prática prevalente desde os tempos pré-históricos, porém atualmente se tornou extremamente rara, pois, é estritamente proibida pelas autoridades governamentais.

A imolação é umas das principais maneiras de suicídio, pelas tradições e costumes dos tempos abraamicos, é uma das formas de suicídio mais curiosas e mais impactantes de todos os tempos, essa tradição budista dá uma ênfase maior aos protestos, raramente usados mas sempre impactantes e mediáticos.

Trinta tibetanos atearam fogo a si mesmos, a maioria no sudoeste da China, no último ano em protesto contra o regime da China no Tibete. Um tibetano ateou fogo ao próprio corpo em Nova Délhi em novembro de 2012, em um protesto contra a visita do presidente chinês, Hu Jintao, numa cúpula na Índia.

Trinta tibetanos atearam fogo a si mesmos, a maioria no sudoeste da China, no último ano em protesto contra o regime da China no Tibete, de acordo com grupos tibetanos de direitos humanos. Pelo menos vinte deles morreram.

enquanto pegava fogo Thích Quảng Ðứcque permaneceu imovel e em silencio ...

enquanto pegava fogo Thích Quảng Ðứcque permaneceu imovel e em silencio

A auto-imolação mais famosa , sem duvidas é a do monge vietnamita Thích Quảng Ðứcque durante uma manifestação na cidade de Saigon, Vietnã do Sul, contra a política religiosa do governo de Ngo Dinh Diem, ateou fogo em seu próprio corpo em 11 de Junho de 1963. As ações de Thích Quảng Ðức aumentaram a pressão internacional sobre o regime de Diem e fez com que o líder anunciasse reformas para acalmar os Budistas. No entanto, as mudanças prometidas foram implementadas muito lentamente ou nem foram implementadas, resultando numa deterioração na disputa. Com a continuação dos protestos, as Forças Especiais leais ao irmão de Diem, Ngô Ðình Nhu, iniciaram ataques aos grupos Budistas em toda nação, tomando o ‘coração sagrado’, causando mortes e danos generalizados. Diversos monges Budistas seguiram o exemplo de Thích Quảng Ðức e se auto-imolaram. Eventualmente, um golpe militar derrubou e matou Diem.

Sati ou Suttee é um antigo costume entre algumas comunidades hindus, hoje em dia estritamente proibido pelas leis do Estado Indiano, que obrigava (no sentido honroso, moral, e prestigioso) a esposa viúva devota a se sacrificar viva na fogueira da pira funerária de seu marido morto.

O termo é derivado do nome original da deusa Sati, também conhecido como Dakshayani, que se autoimolou, porque ela foi incapaz de suportar a humilhação de seu pai Daksha por viver enquanto seu marido Shiva morreu. O termo também pode ser usado para referir-se à viúva. O termo sati agora é às vezes interpretado como mulher honesta.

O Sati, a execução de viúvas e o casamento infantil de meninas são costumes que foram destinados a resolver o problema dos homens excedentes (viúvos) em uma casta e manter a Endogamia. Compare-se a prática da autoimolação das viúvas de certas comunidades indianas com aquela dos vikings, anglo-saxões, e germânicos na qual a sua principal escrava (na prática, sua esposa) devia morrer acompanhando o seu mestre em seu barco funerário que, de acordo com o costume antigo, era incendiado e lançado ao mar.

ilustração mostrando o sati

~ por Vodevil em 29 de janeiro de 2013.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: