Andras Pandy – Assassino de ex-esposas


 

Em 20 de Outubro de 1997, as autoridades belgas acusaram Andras Pandy pelo assassinato de duas de suas ex-esposas e quatro de seus filhos.

Grandes pedaços de carne humana foram encontrados em sua geladeira, acredita-se que ele praticava canibalismo durante anos. Ele pode ter sido responsável por até 14 mortes. Pandy, um húngaro de nascença, mudou-se para a Bélgica em 1957 e era um ex-pastor protestante. Em uma operação conjunta entre a polícia belga e húngara, na sequência de acusações de abuso infantil contra Pandy, suas duas casas foram revistadas. Uma série de adegas de interconexão foram encontrados nas casas onde Pandy e sua filha Agnes realizaram os assassinatos e a eliminação dos cadáveres. A polícia belga acreditava que Pandy sob custódia poderia ser o irmão mais novo do real Andras Pandy, que pode ter morrido em 1956.
Acredita-se que Pandy teria adotado um número indeterminado de órfãos romenos, e que todos esses órfãos estão desaparecidos.

Em 8 de Março de 2002, um júri condenou Pandy de seis acusações de assassinato. Ele também foi condenado por estuprar suas filhas. Agnes Pandy foi condenado por cinco acusações de assassinato e de tentativa de assassinato de sua meia-irmã Timea. Agnes Pandy, sua filha, foi condenada a 21 anos de prisão por cumplicidade nos crimes.

~ por Vodevil em 22 de junho de 2012.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: