“O assassino da rodovia” – Larry Eyler


Nascido em 1952, Larry Eyler ficou conhecido como o “assassino da rodovia” depois que algumas de suas vítimas foram encontradas ao lado de rodovias. Em seus primeiros 30 anos Eyler começou a pegar homens sob o pretexto de sexo consensual, com um pouco de bondage. Uma vez dentro do carro, levava as vítimas para uma área isolada e algemava-os, espancava brutalmente a vítima, e depois matava. A maioria de suas vítimas foram encontradas estripadas e com as calças puxadas para baixo.
Eyler foi conectado a um de seus crimes por uma trilha marca de pneu que ele deixou em uma das cenas do crime. Eyler foi observado jogando 8 sacos de lixo em uma lixeira, a polícia encontrou os restos mortais de um garoto de 15 anos de idade lá dentro. Eyler foi sentenciado à morte por injeção letal.

Eyler confessou que tinha cometido 21 assassinatos, o advogado manuseou um recurso. Eyler se ofereceu para dar informações sobre estes assassinatos se sua sentença fosse comutada para “a vida”, ou seja, ele trocava informações por uma pena perpétua, sem morte. O Estado se recusou a fazer um acordo.
Eyler morreu em 1994 aos 41 anos de idade de complicações relacionadas à Aids. Dois dias depois de sua morte, o advogado manuseou seu recurso, veio a público com os detalhes dos 21 assassinatos, que Eyler afirmou como serem cometidos por ele mesmo. Suas confissões combinavam com a evidência física nas cenas, e os 21 casos de assassinatos em série foram fechados.

~ por Vodevil em 17 de abril de 2011.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: