“E o prato da noite é: Sopa de cérebro” – Daniel Rakowitz


Em 1989, Daniel Rakowitz canibalizou sua namorada, Monica Beerle, depois de mata-la acidentalmente praticando sadismo sexual, em seu apartamento no Lower East Side de Nova York.

“Eu a matei e fervi a cabeça”, disse a um amigo, “Então eu fiz a sopa com o seu cérebro. Tinha um gosto muito bom”.
Daniel foi um traficante de curta duração e adorador de demonios, Daniel admirou tanto sua transgressão canibalística que rabiscou na porta de seu apartamento: ” Já é sopa? Bem vindo ao Ranch East de Charlie Glein… Lar dos Bons Jovens Canibais”

Ele foi considerado inocente por razão de insanidade em 22 de fevereiro de 1991, e foi transferido para um hospital estadual para criminosos insanos. Em 2004, um júri de Manhattan determinou que Daniel já não era perigoso, mas ainda estava mentalmente doente o suficiente para exigir tratamento hospitalar.

Post dedicado ao Gabriel Gonçalves, um cara muito foda do orkut, que andou divulgando meu blog😉

~ por Vodevil em 27 de março de 2011.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: