“Qual seu desejo mais reprimido?” – Psicopatia Sexual e Parafilia


Como já dissemos, a Parafilia, per se, não implica em delito obrigatoriamente. Muitas vezes trata-se, no caso de delito sexual, de uma psicopatia sexual e não de Parafilia. Os comportamentos parafílicos são modos de vida sexual simplesmente desviados do convencional, sem alcançar, na expressiva maioria das vezes, o grau de verdadeira psicopatia sexual. Assim sendo, os comportamentos sexopáticos não se limitam a condutas parafílicas e, comumente, podemos encontrar uma sexualidade ortodoxa vivida de forma bastante psicopática.

A psicopatia sexual tem lugar quando a atividade sexual convencional ou desviada se dá através de um comportamento psicopático. Esta atitude psicopática deve ser suspeitada quando, por exemplo, há Transgressão, através de uma conduta anti-social, voluntária, consciente e erotizada, realizada como busca exclusiva de prazer sexual.

Também deve ser suspeitada de psicopatia sexual quando há Maldade na atitude perpetrada, isto é, quando o contraventor é indiferente à idéia do mal que comete, não tem crítica de seu desvio e nem do fato deste desvio produzir dano a outros. O sexopata goza com o mal e experimenta prazer com o sofrimento dos demais. Ainda de acordo com o perfil sociopático (ou psicopático), seu delito sexual costuma ser por ele justificado, distanciando-se da autocrítica. Normalmente dizem que foram provocados, assediados, conduzidos, etc.

Um dos cenários comuns à psicopatia sexual é a falta de escrúpulos do psicopata. Normalmente ele reduz sua vítima ao nível de objeto, destruindo-a moralmente através de escândalos, mentiras e degradação. Comumente ele tenta atribuir à vítima um caráter de cumplicidade, alegando com freqüência que “ele não é o único”.

Outra peça comum ao teatro psicopático é a Refratariedade, ou seja, a incapacidade que eles têm de corrigir seu comportamento, seja por falta de crítica, seja por imunidade às atitudes corretivas (não aprendem pelo castigo). Quando se submetem voluntariamente a alguma terapia é, claramente, no sentido de despertar complacência, condescendência e aprovação. Depois de conquistada nova confiança, invariavelmente reincidem no crime.

Finalizando, o psiquiatra forense deve tomar o cuidado para não se deixar levar pela característica parafílica de uma agressão sexual e deixar passar um transtorno de base muito mais sério que é a Personalidade Psicopática (ou Personalidade Anti-Social ou Dissocial)

(Retirado do site http://virtualpsy.locaweb.com.br)

~ por Vodevil em 9 de fevereiro de 2011.

4 Respostas to ““Qual seu desejo mais reprimido?” – Psicopatia Sexual e Parafilia”

  1. Eu não entendi bem, é tipo sadismo ,só que pior?!
    Interesante , a parte da “tortura” , mas não gosto da parte sexual, sei lá … E como faz se não se segurar … Quero dizer se é algo que dá prazer porque parar né?! . Bem como um bom estudador , sei que a vontade é cada vez maior , e maior … Como vocês conseguem se segurar pra não machucar de forma irreversível alguém???

    Curtir

  2. Olha, não tenho como te responder, pois não sou uma psicopata e nem sadista.
    Mas eu acho que a partir do momento que você tem uma tendência pra isso e por exemplo rompe a barreira, tipo mata alguém e tortura, eu acho muito difícil você voltar ao que era. Acho que vira um ato compulsivo, quanto mais você faz, mais você quer fazer. Por isso acabam virando serial killers ou assassinos.

    Curtir

  3. Olha galera, eu provavelmente sou um desses, pois fiz algo bem pesado, na minha mente não é algo tão errado, mas acredito que na visão dos outros seja algo extremamente deplorável, onde trabalho eu gozei dentro da garrafinha de suco de minha colega, e ela bebeu tudo. Ela não sabe, ela não sentiu mal, e isso me deu um tesao que incrível, Q da vontade de fazer mais. O Q acham ?

    Curtir

  4. Depende, você tem alguma raiva ou antipatia por ela?

    Curtir

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: