Alexander Spesivtsev & Lyudmila: o prazer primitivo-perverso


Crianças de rua, donas de uma aparência agressiva e adulta, mas desesperadamente abandonadas, famintas e viciadas a cheirar a cola que inibe a dor de sua fome. Crianças que em geral fugiram de pais bêbados e violentos…estas eram as vítimas de Sasha. Alexander Spesivtsev, 27 anos, matou no mínimo 19 crianças de rua, que ele via como detritos da sociedade e futuros viciados e prostitutas. Com a ajuda de sua mãe, Lyudmila, ele as cozinhava e comia. Atraía suas vítimas das ruas e estações de trem para sua casa, localizada na cidade de Novokuznetsk, Sibéria. Na prisão, gastou todo tempo sendo submetido a testes psiquiátricos e escrevendo poesias sobre o demônio da democracia. A mãe internou-se em si mesma e não emitiu uma palavra desde sua prisão.

Em outubro de 1999, Sasha foi julgado insano e preso em um hospital psiquiátrico de segurança máxima. A mãe foi condenada a 13 anos de prisão por ajudá-lo. Alexei Bugayets, procurador, disse que investigadores acreditam que podem provar que os Spesivtsev mataram 19 pessoas, e esperam adicionar dúzias de outros assassinatos, pois em sua casa foram encontradas 80 peças de roupas manchadas de sangue humano diferentes um do outro.
Sasha guardava as roupas como souvenirs, mas até que sejam feitos testes de DNA no sangue encontrado nas roupas, não se saberá ao certo quantas crianças esta lunática família matou.

~ por Vodevil em 8 de agosto de 2010.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: