“La Casa Muda”…


“La Casa Muda”, ou em inglês, “The Silent House”, produção independente uruguaia, foi selecionado para ser exibido no Festival de Cannes. O filme, que segue o mesmo estilo dos sucessos REC e Atividade Paranormal, custou uma ninharia e vem chamando a atenção dos críticos.

Inspirada em uma história real da década de 1940, quando dois corpos foram encontrados mutilados em uma casa de campo do norte do Uruguai, “A casa muda” foca nos últimos 74 minutos das vítimas do assassinato. “Queríamos que o espectador vivesse as emoções sem enganá-lo com vários planos e contraplanos, e decidimos rodá-la em uma só tomada”, contou Hernández.

Usaram uma câmara de fotos emprestada de um amigo porque o orçamento “não dava nem para alugar uma”, o que lhe permitiu empregar “menos recursos e menos gente”. A alta sensibilidade óptica do aparelho, utilizado na função vídeo, permitiu filmar todo o longa com a iluminação de apenas “duas lanternas e um ‘foquinho’ de luz em cada quarto”. Ao mesmo tempo a câmera escolhida (uma Cannon 5D), especialmente leve e compacta, lhe dava maior mobilidade para gravar e chegar a lugares onde uma câmara de vídeo ou de cinema convencional não entra.

O resultado é um “filme experimental, mas contado em uma linguagem cinematográfica muito clássica”, explicou o diretor.

Trailler ↓

~ por Vodevil em 16 de maio de 2010.

Deixe sua dúvida, elogio ou crítica e contribua com o blog!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: